terça-feira, 23 de outubro de 2012

na palavra isolada o nome de um rosto


Ali em frente, afastado de mim, preso na porta a caminho do nada, está um esquecido papel, cunho e vulto de um apontamento divino
 
...moldura entreaberta na asa de uma chávena com a chave no fundo a fechar um pedaço de mim.
 
Di Vale Monteiro
(23-10-2012)

Sem comentários: