quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Choras as vogais


Choras as vogais,
meu amor,

...quando morro
na invisibilidade da morte das estrelas

as lágrimas são corais
que chegam sempre revestidas de coralina

a um planeta bebido em cálice
terra de heras de górgonas
com olhos verdes a espreitar os homens.

Texto
Leandro Sá
(12-10-2011)

2 comentários:

tb disse...

As palavras aqui são sempre belos corais fazendo esquecer o cálice.
Tão belo, Nuno.
Beijinho agradecido.

Mєиiиα Bluє disse...

Olá :)

Lembras do Lugar?
Pois bem, ele como Atlántida agora, vive no fundo do Mar. Tudo é mar- e mais nada. Inclusive, por aqui as vogais, as consoantes, os hiatos, ditongos, verbos e substantivos choram...

Mar.
Lágrimas.
Sal da vida.

Estamos em casa pois bem...